sábado, 20 de julho de 2013

Mobília em par.

Essa coisa de viver sozinho é complicado. Não se tem com quem dividir a margarina da geladeira, nem mesmo a quem culpar pela louça suja no final do dia e de nada adianta o sofá de dois lugares, afinal, usa-se apenas um. 
A realidade é que toda a mobília acaba sendo projetada para, no mínimo, dois. Dificilmente as mesas possuem apenas uma cadeira, ou os sofás apenas um lugar (salvo o caso das poltronas). Ninguém encontra conjunto de um prato só, ou talheres para uso de um. E os copos? Normalmente vendidos em conjunto. Nem mesmo os potes querem se salvar de seus iguais. E, ainda que a cama de solteiro seja confortável, nada melhor do que um bom edredon - de casal - para passar o frio. Até a comida congelada vem com o aviso de que "serve duas porções". 
Porém, o que ninguém nos conta, é que viver junto é mais complicado ainda. Tem sempre uma meia intrusa no meio da sua gaveta, um chinelo no meio da sala ou aquele desejo de comer o que ficou na geladeira mas que, na hora H, você percebe que o outro já comeu. Tem que pensar a janta por 2 (ou mais) e sempre descobrir que o leite acabou bem na hora do seu café. Tem que dividir o sofá, a cama e a máquina de lavar, separando as cores das roupas e aquela camisa que você já disse mil vezes que vai jogar no lixo. Tem que enfrentar o duelo do controle remoto, dividir o wifi, perder o livro que você jura que deixou naquele exímio lugar. E, acima de tudo, tem que dividir a sua filosofia de vida, por inteiro, pra poder acordar vivo no dia seguinte.
Assim, filosofando, a gente descobre o segredo das mobílias: vale mais a pena penar a companhia alheia do que penalizar a si mesmo com a solidão. É dividindo a porção diária que o encantamento se torna certeza total de completude. Porque o amor nada mais é do que encontrar um motivo real para que alguém use seus copos e te beba, inteiro. 
Assim, descobre-se a alegria de amar e encontrar a si mesmo refletido no travesseiro de um outro. 





2 Piruetas.:

Tiago Santos disse...

Mt boa postagem Karine. o/

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

 

Blog Template by BloggerCandy.com