terça-feira, 18 de maio de 2010

O verde dos meus olhos.

Meus olhos são verdes. Mas nem sempre. Têm dias em que eu os sinto castanhos, negros, azuis. Dias em que tudo em mim fica nublado, a espera de uma chuva fina que, por ficar apenas na ameaça do céu, me deixa seca. E então, toda a sequidão do meu se reflete nos olhos, que pesam, que calam, que doem. E eu suspiro por cada gota da água que me sacia, que me colore a existência, que navega no verde perdido na aquarela das Tuas mãos.
É verde-água, verde grama, verde-céu, verde musgo. Todos os tons da vida brilham nas minhas retinas. Mas eu não os vejo agora, o cinza manchou o céu. Olho, tentando colorir os pingos das reticências que pontuei no passado e nada sai de mim.
Eu achei que minha poesia tinha partido. Pensei que era condição dos olhos, ponto de vista. Mas então as tuas cores me esverdeiam a vida e me preenchem da sede que me faz escrever, pintar, sorrir. E então eu percebo que a poesia não é estado do peito, é cor da alma, verde que transparece nos olhos. E és tu a cor primária de toda a aquarela que se mistura em mim, a essência, a paz.
E a tua voz vem chover em mim. A terra seca renasce em verde campo. Transborda no peito a palavra viva, a promessa, a tinta nova, a poesia.
Volto a cantar, meu pintor, Criador.
E nos meus olhos brilha a tua mais nova cor: verde-esperança.
"Vou fazer o meu rio fluir em terra seca,
brotar água no deserto, e rios no ermo!
Não olhe pra trás, esqueça o que se foi...
Veja o meu novo...que estou a fazer!!!!"
(Música- Marcelo Guimarães)
VOLTEI!!!

5 Piruetas.:

Bruna.K disse...

Nem consigo dizer o quanto eu estou feliz pelo blog estar de volta! Como senti falta! E, como sempre, tuas palavras são força e refrigério. Obrigada por TUDO! Que seja um tempo do novo de Deus, de mananciais na terra seca... Pra todos nós. Te amo pra sempre!

Pri C. Figueira disse...

Suas palavras me fizeram sorrir! Sabes aquelas que enchem o coração? Pois é, foi exatamente o efeito delas em mim!
Fico feliz de estares de volta. Poder ler seus textos e sentir mesmo que distante os sentimentos expressos em cada linha!
Que cada dia teus olhos se tornem mais verdes, mais intensos e mais cheios de vida, mas se por algum momento eles se tornarem nublados, sempre lembre que as vezes é necessário vir a chuva para que o verde renasça!

Um grande beijo, saudades tuas!

Projeto Reticere disse...

".. e és tu a cor primária de toda a aquarela que se mistura em mim, a essência, a paz.."... que isso garota... desculpe a falta de poesia, mas matou a pau nessa!

Gleuber Militani

As Flores e Eu disse...

Intenso e bem bonito.
Beijos

Junkie careta disse...

Então celebre baby! Porque ter alguém que nos faça sentir assim é uma dessas coisas que faz viver valer a pena.

Belo texto.

Celebre comigo lá no spleen. Estou propondo um brinde aos amigos. Agora, enquanto estamos vivos.Traga a sua taça.

Grande abraço

 

Blog Template by BloggerCandy.com