terça-feira, 22 de setembro de 2009

Por onde eu ando...


É blog abandonado, livros não lidos, trabalhos não feitos, projetos não inscritos, aulas não planejadas, blog's queridos não visitados, coreografias não decoradas, contas não pagas, filmes não vistos, programas cancelados, tudo, tudo atrasado...
Mas deixa eu dizer onde estou.
Eu fui passear num domingo cuja duração é de segunda a sexta, debaixo dum sol do meu janeiro vestindo short e camiseta. Chegando lá, pedi um sorvete de morango, sentei na grama e li Florbela. E a tarde? A tarde era bela, gostosa e sem telefones. Depois eu fui ver o mar. A água bem geladinha me convidou pra um mergulho, e eu fiquei horas pulando as ondas e conversando com Deus. Saindo da água, fui dançar na calçada e meu príncipe me encontrou. Fomos ao cinema prometido, ao jantar prometido e ao passeio prometido enquanto ainda era dia. Quando chegamos em casa, tomei um banho sem pressa, quebrei todos os telefones e rasguei todos os meus polígrafos cujo assunto não era literatura. Após liberar minhas emoções, visitei os blogs queridos e deixei longas exclamações sinceras. Também tomei um café na rua, enquanto escurecia, e comi sem medo de engordar e não caber no tutu de bailarina. E tinha todos os tipos de guloseimas no meu café, enquanto eu lia Baudelaire badalando no sol que ia embora. A noite vinha chegando enquanto eu assitia todos os filmes dos meus amores e eu resolvi dormir na rua. Estendi meu castelo entre duas árvores, e, debaixo das estrelas que apareciam, fui ler Provérbios e orar, por tudo e por todos. Quando pensava no que fazer a noite, resolvi sair e caminhar, coloquei um exemplar do Bandeira debaixo do braço e, desde então, nunca mais me vi.
Se por acaso você me encontrar, por favor, me dê um novo relógio e um novo dia com 72 horas.

3 Piruetas.:

Tatiana Lira disse...

QUE BOM QUE CERTOS DIAS DE NOSSAS VIDAS TIVESSEM 72, 82, 92, 102,... HORAS, OS MELHORES DIAS E MOMENTOS DE NOSSAS VIDAS REALMENTE MERECEM MAIS TEMPO PARA SEREM VIVIDOS!!! ENTÃO VIVA!!! AMEI TEU TEXTO!!! EU ME RECONHECI ATRAVÉS DELE!!! PARABÉNS PELA SENSIBILIDADE EM SEU DESCREVER!!! ATÉ MAIS!!!

Matheus N. disse...

não gosto nem de imaginar como seriam as coisas com dias assim..
achei tão lindo esse seu suspiro :*

Jaya disse...

Permitir-se, é o que vale. É fazer tudo isso que você disse, e ser leve, leve, e pousar. No céu, que o chão vira.

Queria nunca mais me ver, assim.

LINDO, Ká.

Um beijo, frô.
E toda a luz do mundo!

 

Blog Template by BloggerCandy.com