segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Lugar secreto.

Certa vez eu ouvi dizer que existe um lugar secreto entre nós e Deus. E que lá tudo vira calma e ouvimos o próprio Criador nos chamando pelo nome, limpando as lágrimas e enchendo nosso ser com a paz que ele tanto anseia. Confesso que imaginei isto como uma sala branca, onde eu, cansada de mim mesma, sentava naqueles sofás inclinados e desabafava meus problemas para que Deus os anotasse em uma planilha coberta de observações. E claro, depois deste momento, eu saíria agradecendo e reagendaria uma próxima visita.
Durante muito tempo este foi o meu entendimento. Sentava na cama e contava o meu dia, como criança que chega da escola, ressaltando os pontos que me chateram e os dignos de um "muito obrigado". Limitei-me a pensar que era isto o que Ele desejava, afinal, eu estava ali abrindo minha vida "por completo". Só que o completo das nossas bocas nem sempre é completo da alma.
A Bíblia narra uma história que para mim sempre foi incrível. É sobre um rei chamado Davi, o único a quem Deus chamou da seguinte forma: homem segundo o meu coração. Porém, este mesmo Davi cometeu erros graves, como matar um homem para que pudesse ter a esposa deste. E por diversas vezes refleti o que havia em Davi para que Deus o tratasse daquela forma. E entendi. Ele sabia reconhecer suas falhas, mudar seus caminhos e esforçar-se para corrijir a si mesmo, ele sabia permitir-se arrepender. Digo isso porque muitas vezes o nosso orgulho não nos permite isso e a nossa vaidade faz com que queiramos nos inocentar.
Com o tempo eu entendi. Davi havia descoberto o lugar secreto. O caminho era a aceitação do nosso próprio eu e o desejo de mudar as falhas deste, era a intimidade real. E a partir daí Deus e eu nos tornamos amigos, destes que trocam histórias, e ele veio habitar em mim.
É, aí estava a resposta, eu era o próprio lugar secreto.
Somente entrando dentro de mim e abrindo as cortinas das minhas falhas, encontro a calma divina que Ele me oferece.


E dentro de você, o que há?

14 Piruetas.:

CARLA ROCHA disse...

Belíssimo seu texto! Para fazer oq eu nele está escrito é necessário coragem e desapego. Me parece que isso você tem de sobra! Uma semana iluminada!

Nanda Kenshin's disse...

Não há muito mais do que desvaneios. :)

Tocante seu texto. s2

Mil beijos

Pri C. Figueira disse...

Melhor lugar não há, pois é aí que nos despimos do nosso eu, é o lugar onde somos quem realmente somos, sem máscaras, sem precisar se preocupar com os olhos dos homens, do julgamento... E Ele nos ama assim, pelo que somos e não pelo que fazemos!!!!

Lindo Ká!

Bjus

a clara menina Clara disse...

piruetas!

Andréia disse...

agente procura Deus em tantos lugares e as vezes bancamos os anjinhos dentro da igreja pq na nossa cabeça ele está lá mas n é nada disso. Ele está com agente o tempo todo e quer ter cada vez mais intimidade conosco.

adorei o post

ate+

.Dazinha. disse...

Adoro tudo que você escreve, dá um calorzinho lá no fundo do coração,rs. Bom para aquecer esse meu sabado xoxo,frio e desanimador.

Eu fazia E-X-A-TA-M-E-N-T-E igual a você, mesmo porque cresci dentro de uma familia muito católica, cheia de dogmas, e acabava achando que além disso Deus era sinônimo de "castigo". Mas não. Não é porque prdi a virgindade antes do casamento, não é porque contei aquela mentirinha quando era pequena, não é porque não vou a igreja, que ele me ama menos, ou que meu amor e minha fé são menores dos que vão.
Nós somos o nosso templo, e é dentro de nós que isso deve residir.

Beijooos, Otimo sabado fofa.

Lasombra Ribeiro disse...

Ja te disseram que às vezes Deus Fecha as portas e esquece...Que às vezes você realmente está sozinho...?

|Think About it...

Jaya disse...

Ká,

Seu texto é lindo. E não caberia tão bem em mim se eu não houvesse lido hoje. Hoje, depois de ter provado da boniteza sem igual de descobrir essa parte minha. Essa parte não secreta, mais. Parte que conhece da leveza Dele, da luz que Ele derrama na gente, e da capacidade de colocar asas em nossos cantos, quando o peso parece insustentável.

Eu descobri assim. Um lugar secreto, antes. Mas que agora, sabendo dos caminhos, chego todo o tempo.

Bonita tua reflexão, viu?

Uns beijos.

P.S.: Meu link, Ká: deleta. Mudei de canto, mas levei o armário antigo. Aparece, depois. Cheeeiro nocê.

LUCIANO Martini disse...

O Lugar secreto é o Reino.
E o Reino está dentro de vós...

Bruna.K disse...

Ahhh, Ni!
É isso né?
Lugar de intimidade, lugar de arrependimento, lugar onde não há máscaras, lugar de entrega...
...
s2

... disse...

Olá mocinha...
que belo lugar secreto você encontro, não é?!
Quanto tempo que não venho até seu espaço... me perdoe.
Beijos

Franciscus Danton disse...

Aham! Cada um hábito de si Deus... É o que eu penso... Ultimamente...

Enfim...

E reconhecer as próprias falhas é uma mais do que nobre ação! A gente só tem que aprender de fato isso!!

Belíssimo texto, minha doce moça!

Beijos!

Thiago... disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gaby Soncini disse...

Amei seu blog.

Voltarei sempre.

Beijos.

 

Blog Template by BloggerCandy.com