quarta-feira, 16 de julho de 2008

Distâncias.


Eu poderia ouvir a tua voz por horas e ainda assim sentiria saudades das palavras que não pudeste me dizer. Aquelas que você guardou entre as vírgulas e depois disfarçou entre versos. E quando pensas esquecê-las, ei-las diante de ti. É a mim que escreve teu punho e em nós que desagua os puros textos.
Não me disseste porque não nos foi dado escolha. E por saberes que não dirás, mas ainda queres falar-me. Por afastares nossos rumos, mas ainda os estreita. E quando deitas tua vida em papel, lá estou eu.
Eu danço nas tuas palavras ao som de tua própria música. Mas sabes que não pertenço aos teus versos, e por saberes mais ainda os compõe. Por mais quiséssemos juntar passos e notas, a afinação do tempo não nos foi dada.
Porque a vida é assim, e você, uma estrada que meus pés não cruzarão. Não leve mal, é tudo uma questão de distâncias.





*História fictícia.

9 Piruetas.:

Lasombra Ribeiro disse...

Estou tentando voltar também, mas tem faltado inspiração...muita correria...

Legal ter lembrado de mim..rsrs

Vc tem msn?!?!

Beijos!!1

Juliana Caribé disse...

Ou de momento.

Beijos.

Luana e Luma disse...

OIeee niinaaa..
como c tah?
bom, vams falar a verdade..rsrs
sinceramente, nao entendemos o que vc escreveu...kkkk
ns explica, depois...? rsrs
bjussss
Deus abençoe!!

Mandy disse...

Vc escreve muito bem mocinha! Adorei essa parte: "Eu danço nas tuas palavras ao som de tua própria música. Mas sabes que não pertenço aos teus versos, e por saberes mais ainda os compõe. Por mais quiséssemos juntar passos e notas, a afinação do tempo não nos foi dada".

^^

BjO.

Zé do Cão disse...

Talento e Beleza não te falta. Ká
Bj.

Nara Caroline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nara Caroline disse...

Muito Lindo Ká ^^
Distancias ou talvez Destinos?
...Por mais quiséssemos juntar passos e notas, a afinação do tempo não nos foi dada.
Porque a vida é assim, e você, uma estrada que meus pés não cruzarão. Não leve mal, é tudo uma questão de distâncias...
Amei
bju

Fernando Locke disse...

Very good! de uma forma ou de outra, você sempre traz a dança nos seus texos, não é? usou muito bem os sentimentos. muito bom mesmo!

Zé do Cão disse...

Gostei muito da sua presença, e desejo que volte sempre.
Também adorei passar por aqui.

Bj.

 

Blog Template by BloggerCandy.com