quinta-feira, 10 de abril de 2008

Você e o SEU romantismo.

E é pelo jeito que seguras minha mão, é por cada detalhe, é por cada dia.
É pelas vezes em que tenho minhas crises e tu acalmas minhas tempestades com a doçura do teu tempo bom.
E quando carregas minha bolsa alegando o peso, ah! O coração amolece em olhares e transborda em sorrisos.
E quando tu sais correndo ao meio-dia apenas para trazer-me um sanduíche, e não deixar que eu fique sem almoço, creia que me vale mais que qualquer jantar sob a luz de velas. Também é pelas vezes em que intregras meu mundo, festas em família, e te esforças para ser aquilo que já és: totalmente agradável.
É pelas vezes em que retorno do ballet frustada comigo, e tu tentas consolar-me com a tua tranqüilidade e persuadir-me ao dizer: "- Minha bailarina, calma, este domingo nós vamos treinar. Eu te ajudo." (Ainda que nunca tenhas dançado).
É pelas vezes em que queres fazer o nosso dia, em que comes comigo o Quarteirão com queijo dizendo que eu nunca vou engordar... E que ainda que isto acontecesse, achas que estou tão magrinha..."pode engordar um pouquinho, amor!"
É pelas vezes em que alugas o filme que eu gosto, que me escreve as palavras que preciso...
É por me fazeres assim, tão feliz.
É porque teus mais belos elogios são bem naqueles dias em que nem mesmo quero sair de casa.
É pela segurança com que me repreendes quando erro, pela paciência que tens quando eu demoro a admitir isto. É pela forma dócil com que entras nos assuntos mais polêmicos, acalmando o vulcão em mim quando dizes: "Vamos conversar."
É porque acreditas em mim, até mesmo quando nem eu acredito. Sempre a sua voz está lá, me encorajando: "Vai, minha bailarina", "minha literária", "minha professora".
É pelo abraçado demorado, por sustentares minhas lágrimas no teu ombro.
É por caminhares comigo lado a lado, por sonhares os meus sonhos, por me permitires sonhar os teus.
É por puxares a cadeira para perto de ti, e com o olhar mais tenro me dizer: "Senta aqui pertinho, Ká."
É porque o mundo some quando fazes carinho nos meus cabelos e, por mais incrível que seja, me dizes que gosta deles no penteado que eu mais estranho.
É porque, mesmo sem escrever versos, és capaz de buscar os mais belos apenas para que eu amanheça com um poema na caixa de e-mail.
É porque te ris das falhas que eu me condeno, é porque não reparas minhas tolices, meus acidentes na cozinha, minhas besteiras...
É porque, mesmo sendo fã dos números, me ajudas nas monografias de literatura da faculdade.
É pela valorização diária. Pela dedicação, por não desistires de mim.
É pela história que escrevemos com o mesmo punho. É por Deus ter te feito assim, como és, e ter te colocado em meu caminho.
É por tudo isso, e por todas as coisas que ainda descobrirei, que posso dizer que te amo.
Um amor puro, feito não de sonhos românticos e idealizações distantes, mas de detalhes diários, de vida, de demontrações. Seu romantismo não é feito de palavras, de textos inverossímeis, mas sim de atitudes, de sinceridade no olhar.
Me aceitas como eu sou, e ainda me desafias a ser melhor. E quando dizes: "Você consegue mudar meu humor", saibas que não quero apenas mudar isto, mas sim os teus dias.
Quero estar em cada um deles para que nunca esqueças o quanto me fazes bem. Quero viver nossa trajetória te dando de mim nada menos que o todo.
Por gratidão ao que és em minha vida escrevi este texto desprovido de uma "forma poética". Deixei que as palavras apenas viessem, e lembrei de alguns dos vários pontos que me fazem ter a certeza de que Deus pôs em você tudo o que eu poderia querer. E que eu quero uma vida inteira para te fazer sentir pelo menos um pouco do bem que me fazes.
E se isso não é o amor, então o que é?
* E todo este nevoeiro vai passar, amor.
* Brú, Landon é um é pé rapado!

11 Piruetas.:

Critical Watcher disse...

Que texto é esse, hein?
Estremeci, mesmo sem ser pra mim...
Um brinde ao amor. Um brinde àqueles que ainda sabem o valor e a alegria de tê-lo em doses diárias.

Parabéns pelo texto.
Beijo.

Ps.: Estava lendo ao som de "Aqui", de Ana Carolina.

Gldbzn disse...

Amor... te amo...
Em todos os momentos posso perceber o cuidado de Deus para com minha vida... até nestas coisas... logo hoje que não estou legal (isto até ler teu texto), vejo Deus tendo o cuidado de colocar vc na minha vida, vc que consegue mudar o meu humor completamente... simplesmente te amo...

Filipe Garcia disse...

Não consigo dizer outra coisa que não seja bajulação ao seu texto. Eu realmente desejo um dia ler algo assim pra mim. Que fidelidade invejável a sua!

beijos.

bruna.k disse...

AAAAAAAAHHHHHH, amiga!!
Primeiro: O texto é simples e maravilhoso... Verdadeiro ao extremo! LINDOOO!
Fico muito feliz de ver meus "pais" assim. :)
Segundo: Hihihihi... Que boa idéia minha (minha?) de fazer aquele texto(?)...
É, amiga, somos assim... uma completa a outra. Uma inspira a outra... :)
Te amo!!!
Amo vocês mummy and daddy! :)
Beijos mil...

Reticere disse...

... espero sinceramente que o seu caminhos seja de sorriso...

... e pelo caminhar das tuas palavras neste texto... é.

ass. gleuber militani

Amanda Bia disse...

lindo texto, por mais cética que eu esteja, mesmo assim achei muito lindo!
obrigada pela visita no chá! adorei seu blog!
beijos!

Lucas disse...

Oi moça, que meu grande amor também me fale coisas lindas assim vindas do coração... E que o seu amor realmente cuide bem de você sempre. Porque você merece muito ser amada.
Fica com Deus

Juliana Caribé disse...

Que lindo! Nevoeiro passa sim. E o melhor, depois dele e da chuva, brotam arco-íris no olhar.

Beijos.

Camilinha disse...

é...se não for isso.. sei não, então.

beijos daqui...

a clara menina Clara disse...

eu acho que é isso, visse?

e tais linkada lá no blog.

Gerson Freire disse...

obrigado pelo post no meu blog....puxa curti mutio seu blgo tbm...vc eh bem apaixonada ne....isso bom...parabens e continue se apaixonando. bjo

 

Blog Template by BloggerCandy.com