quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Butiá e seu Paraíso perdido.

Conheço um Fernando que brinca de ser Butiá. Em seu paraíso, o inferno de Dante se resume em mulheres que escolhem roupas e em elevadores lotados. Para ele, deixar uma caneta em uma gaveta é certeza de não mais vê-la e atender ligações sem perguntar com que se fala pode te fazer testemunha da elaboração de um crime.

Ele sempre esquece de guardar lugar para os colegas na sala lotada, quando muito, conseguimos o lugar de sua mochila. Nos intervalos, seu primeiro trajeto é até o bar e o segundo a biblioteca. Garoto do interior, mas com comportamento inverso, pois é dele a palavra em todos os assuntos... (Sem contar sua intuição lingüistica, segundo a professora de Português)

Já é o terceiro semestre ao lado desta figura, o filósofo das noites na Fapa. E no segundo dia de aula acontece este episódio:

- Vamos trabalhar produção escrita este semestre, quem aqui escreve? (Pergunta a professora)

É claro que é dele o dedo que se levantou. Mas tudo ficaria bem se ele não tratasse de trazer à tona todos os blogs que leu de seus colegas, começando pelo meu. =/
Não que eu não queira divulgá-lo, mas começar em pleno segundo dia de aula numa sala com 60 alunos não é totalmente confortável!!!
Para você que quer butiazar por aí, eis o endereço: http://parasoperdido.blogspot.com (isto mesmo, paraíso sem o "i", são neologismos butiazenses!!)
Achou que eu ia esquecer, Fernando???



2 Piruetas.:

Mr. Ziggy disse...

Eita, esse texto brincalhão e quase non sense é a cara do Butiá. Adoro esse meu amigo! Bjão!

Fernando Locke disse...

HUAHAUAHUAHAUHAU! ora guria! arigatô viu! muito obrigado! olha, to bancando um ade carteiro e enviando selo pra galera, quer um selo? hauhauahauhau! valew karine! eu te dedico 3 selos de sua escolha no meu blog! 3 que vc quiser! pode escolher!e pode deixar, também vou fazer um texto pra vc! abraço!

 

Blog Template by BloggerCandy.com