sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

Separação.

Cale-se e deixe de besteira,
largue destas manias futéis,
chega destas palavras inúteis,
cansei, sinceramente cansei.

Depois de tanto que aturei,
dos anos que andei ao teu lado,
da vida que pintei no teu quadro,
cansei, mais do que nunca cansei.

Nossa vida, meu caro eu,
se dividiu em diferenças,
o que tu queres, não pode ser meu.

Chega a hora do nosso fim,
cansei, simplesmente cansei,
Preciso me separar de mim.

2 Piruetas.:

bruna.k disse...

nineeee... mais uma vez teu blog me inspira... tuas palavras tiram a tristeza e nos fazem pensar... mas ela apenas refletem o q está no interior, não é?
pois bem, que cada vez elas brilhem mais!
peço a Deus q eu tenho um quinto deste talento q Ele t deu... pra mim já está bom!

te amo muito minha discipuladora, líder e amiga mais chegada!

beijos...

>> FUN TIME XD

Nós nascemos na Sbørnia!
(BAH!)

Nós nascemos na Sbørnia!
(BAH!)

A Sbørnia era grudada ao continente por um istmo...
(istmo!)

Após sucessivas explosões nucleares... malsucedidas
Ai, ai, ai, ai...


A Sbørnia se desgrudou!
A Sbørnia se desgrudou! (do continente)
E hoje é uma ilha navegando pelos mares do mundo, mares do mundo, mares do mundo, mares do mundo!

Nós nascemos na Sbørnia!
(BAH!)

Todos sabem que a Sbørnia é conhecida
internacionalmente, internacionalmente, internacionalmente!

Por ter uma grande lixeira, onde todo mundo deposita o lixo cultural,
o que não serve mais para nada, o que já saiu de moda...

Nós nascemos na Sbørnia!
(BAH!)

O sistema político da Sbørnia é o Anarquistmo Hiberbólico!
Em época de grande indecisão o povo se reúne em uma praça pública
e fica naquele clima de indecisão, aquela coisa de indecisão...

Até que nasce uma flor,
maravilhosa flor, tão bonita flor...

O sistema político da Sbørnia...

Nós nascemos na Sbørnia!
(BAH!)

A Sbørnia era grudada ao continente por um istmo...
(istmo!)

E hoje é uma ilha navegando pelos mares do mundo, mares do mundo, mares do mundo, mares do mundo!

Nós nascemos na Sbørnia!
(BAH!)

Adoniran Leblon disse...

"Chega a hora do nosso fim,
cansei, simplesmente cansei,
Preciso me separar de mim."

Ah, se desse, se desse... não queria nem me separar... que é drama demais, mas dar um tempo, quem sabe. Mês que vem vou ser outra pessoa! Um mês de outro eu, depois volto, não tem problema. Um mês remoendo amores diferentes, sonhando outros futuros, fazendo outras piadas e cantando outras músicas. Não é o mesmo que ir mudando. É de repente. É descontinuidade. Ah, tô viajando já, deu pra perceber? Li seu blog e de repente fiquei pensando nessa coisa de estarmos presos a nós mesmos. Muita gente já deve ter pensado nisso, mas como não vieram me contar, tenho que pensar tudo de novo... Belo blog, parabéns!

 

Blog Template by BloggerCandy.com