terça-feira, 4 de dezembro de 2007

O som.

Eu hoje ouvi um som
E ele vinha de dentro de mim,
Ruía, berrava no peito,
Traçava lutas sem fim.

Doía em minhas veias cansadas,
Corria em todo o meu ser,
Batia, querendo livrar-se,
Gritava, querendo vencer.

O som que eu desconhecia,
Que corroía minhas lembranças,
Nas lágrimas que eu não percebia.

O som de toda uma eternidade,
De uma história, de todo o meu eu,
o som, meu Deus, da saudade...

0 Piruetas.:

 

Blog Template by BloggerCandy.com